bc

Na onda do Tráfico - 2°temporada

book_age16+
1.3K
FOLLOW
8.8K
READ
sex
family
drama
tragedy
comedy
bisexual
crime
cruel
prostitute
friends
like
intro-logo
Blurb

Da saga na Onda do Tráfico. "Liberdade" Vai contar sobre a história de Laura filha de JP e Rosa, e vamos então viver emoções juntos com ela lendo, a duvida do amor vai surgir amores viram e iram e o tráfico continuará. Espero que gostem tanto quando gostaram da 1°. Será um pouco mais pesado quem não gostar irei entender..

chap-preview
Free preview
Capitulo 1
Laura narrando Já se passaram 14 anos desde quando meu pai passou o morro pro Neguin, mas é como se nada tivesse mudado , ele continua tendo um conceito muito alto no morro , e eu confesso que gosto , apesar de não morar lá todo final de semana eu estou por lá, cresci lá né. E eu tenho a Júlia também, que é filha da tia Agatha, minha prima e melhor amiga. e meu irmão também mora lá o Enzo , filho da Ingrid ex peguete do meu pai. Sextou e como de costume a Júlia e o Enzo viram pra cá badalar pela zona sul do Rio de Janeiro , e dia de sábado eu ia pra lá curtir baile. Ju: Cheguei família- Ela já chegou gritando . JP: Chega namoral sem gritar o favelada- meu pai disse sentado no sofá. Enzo: Fala pai - Ele apertou a mão do meu pai. - cade tia Rosa ? JP: Tá lá encima. Ju: Fala p*****a - Ela se aproximou de mim e me abraçou. Rosa: Alguém me chamou? - observei quando minha mãe perguntou descendo as escadas com a mão na barriga. Sim ela está gravidinha de 5 meses. JP: Os favelados chegaram - Ele puxou minha mãe a fazendo sentar no colo dele Enzo: me tira dessa, cheguei de boa. Laura: Não deixa de ser favelado. Ju: bença madrinha - Ela mandou beijo pra minha mãe. Rosa: Deus te abençoe linda, como estão seus pais? Ju: Bem, aliás eles mandaram intimar vocês a irem pra lá amanhã. Laura: Eita vai rolar o churras? - bati palma comemorando. JP: Eles chamaram eu e sua mãe o exibida - eu rir e dei língua pra ele. Laura: Bora subir Ju, quero ver a roupa que você trouxe. - Levantei taquei uma almofada no Enzo e subi. subimos e ela chegou jogando a mochila de lado e se jogando na cama, eu deitei na cama também, e fiquei mexendo no telefone. Ju: Nem te conto Laura: Conta sim - Eu ri jogando o celular sobre a cama. Ju: Pablo vai estar no baile amanhã e ele quer ficar contigo. Laura: Ah nem vem, nunca tive maldade nesse garoto. " Pablo era o melhor amigo do meu irmão, desde sempre, era lindo também, branco , magrinho , tatuagens no braço, cabelo arrepiadinhos de reflexo , mas era bandido." Ju: Ah amiga, ele é gatinho, além do que você ficando com ele eu consigo ficar com o Henry. Laura: Henry é casado Júlia, esquece esse menino. "Henry é irmão mais novo do Pablo, moreno, cabelo jogadinho de indio e todo fortinho, não é bandido não, só maconheiro mesmo. Conversamos mais um pouco sobre esses garotos e tiramos um cochilo , acordei já era umas 21horas, dei um pulo da cama, acordei a Júlia que chega babava no meu travesseiro. Não gostava de sair tarde de casa quando eu tô pela sul, meu pai também não gosta muito, diz que as ruas do asfalto são mais perigosas do que no morro, e no asfalto ele não pode me proteger como lá. Abri o closet então procurando a roupa que eu iria, peguei um vestido, preto de glitter e um salto preto também, estava separando tudo quando a porta do meu quarto abriu. Enzo: Vai pra onde? Laura: Não sabe bater não? e se eu tivesse pelada ? - Revirei os olhos. - Vamos pro Rei do Bacalhau. Enzo: Tô pronto em 20 minutos. Ju: Quem te chamou ? - Ela saiu do banheiro enrolada na toalha. Enzo: Hahaha, mais fácil eu ir e deixar vocês ai, querem ver ? Laura: VAI SE ARRUMAR INFERNO. - Gritei logo com ele. Corri pro banho também ja saí com os cabelos molhados , sequei rapidamente e passei uma chapinha por cima mesmo , fiz toda a maquiagem pra depois me vestir, já estava ouvindo meu pai reclamando da hora , tratei logo de me apressar. Enzo: Coe- Saiu ele entrando no meu quarto denovo. - tá vindo um amigo meu ai buscar a gente se apressam ou vão fica. Julia: Tu é muito chato. - Ele deu dedo do meio pra ela e saiu. A gente até tem carro , mas o meu pai não me deixa aprender a dirigir e o Enzo não faz questão de aprender , ele prefere moto, por conta disso aonde ele vai ele chama alguém pra buscar ele , e por incrível que parece os bobões sempre vem. Estava por fim pronta, desci com a minha bolsinha de lado, segurando o salto na mão. Enzo já estava na sala esperando , de calça branca , blusa preta da Nike, tênis preto e um boné branco, e a Júlia estava de vestido prata , com um decote vê, e uma plataforma preta. Enzo: Chegaram, bora. Eu rapidamente coloquei meu salto pra sair, levantei rápido que quase cai, a Júlia riu e eu fiz careta pra ela. Rosa: Se cuidem , qualquer coisa liga que buscamos vocês. JP: Não busco ninguém não, tá saindo por que querem. Entramos na parte de trás do carro e o Enzo na frente junto com o amigo, ele não nos apresentou e nem fez questão disso. xx: Tudo bem meninas ? eu sou o Rodrigo beleza ? Ju: Prazer Rodrigo , eu sou a Júlia e ela Laura. Enzo: Da muita ideia não Rodrigo, Só dirigi. - Sim o Enzo era ciumento para um c*****o. Chegamos no Rei tomamos uma surra pra conseguir estacionar o carro, estava super lotado porq iria ter atração, mc poze. laura: Já estou me arrependendo de ter vim, esse trem tá lotado. Rodrigo: Relaxa , estamos com camarote. "Rodrigo,, moreno alto, cabelo cortadinho no estilo militar, era bem forte e eu não o conheço do Morro o que era mais importante." Subimos para o camarote, e por lá já tinha mais uns 4 homens, tudo um mais lindo que o outro, e como eu sei que meu irmão é ciumento, eu prefiro nem me apresentar, apenas dei boa noite e fiquei de boa no canto com a Júlia.

editor-pick
Dreame-Editor's pick

bc

Dez anos depois

read
1.6K
bc

Fora dos padrões

read
1K
bc

Despudorada

read
41.2K
bc

O CIUME MATA?

read
1K
bc

Prioridade do chefe 2

read
243.4K
bc

Proibida

read
286.6K
bc

Nada É Por Acaso

read
1.1K

Scan code to download app

download_iosApp Store
google icon
Google Play
Facebook