bc

O Omega da Yakusa

book_age18+
1.3K
FOLLOW
3.3K
READ
alpha
possessive
police
omega
mafia
drama
comedy
mpreg
virgin
brutal
like
intro-logo
Blurb

O clã Uzumaki e o clã Uchiha são os clãs mais poderosos da Yakuza. Uma união entre famílias era necessária para a paz entre os clãs.

Sasuke, Omega da família Uchiha, foi escolhido como futuro esposo Naruto Alfa lúpus, herdeiro da família

Uzumaki.

O que será que o amor pode curar?

chap-preview
Free preview
Prólogo, Destinados a ferro e fogo
O inverno estava castigando naquele ano, as ruas cobertas de neve eram verdadeiros convites para as crianças ou casais apaixonados, o cenário era perfeito a não ser pelas manchas e cheiro forte de sangue pelas ruas de Konohagakure. A guerra entre duas das três maiores famílias Yakuza tinha se instaurado nas ruas, matando mais de 60 soldados e mais de 100 civis inocentes. Esse conflito que começou por causa de território agora havia virado um pandemônio. A população estava em pânico, lojas, bancos, transporte público, nada funcionava, a polícia não dava conta de tantas ocorrências. Fugaku andava de um lado pro outro. Seus olhos estavam vidrados em um quadro estratégico onde ele pontuava os pontos de enfrentamento mais frequentes. Ele olhava para um ponto específico no mapa. O porto era dividido entre duas famílias, sendo 80% dominado pela família Uzumaki, e 20% pela Akatsuki essa divisão atrapalhava o crescimento econômico dos Uchihas, então um acordo foi feito. Os Uzumaki cobrariam uma taxa considerável para o acesso dos Uchihas ao porto, até que Minato resolveu subir as taxas não agradando nada a outra parte que resolveu tomar o território a força causando o caos. Uma reunião entre as três famílias estava marcada para aquela tarde. Todas as famílias da região estariam presentes, tudo para selar a paz. Fugaku estava obstinado a conseguir o que queria. Baru Uchiha, pai de Fugaku, o observava andando de um lado para o outro. - Já sabe o que vai fazer? - Não, mas eu preciso desse território, estamos ficando afunilados entre os Akatsuki e os Uzumaki sem transporte marítimo, ou temos o território ou desaparecemos. - Dê seu filho! - Oi? Meu filho? NUNCA! - Fugaku olhou para o mais velho com raiva. - Dê seu filho ômega em casamento ao filho lúpus de Minato. - Mas ele nem nasceu! - Você tem Itachi para ser seu sucessor e um filho ômega para negociar, você tirou a sorte grande meu filho. - Meu filho não é mercadoria. - Não, ele é a salvação da família, sem o porto desaparecemos. - Tem de haver outro jeito, eu ainda posso lutar. - Até quando? Quanto tempo você acha que vai demorar até Orochimaru escolher o lado Uzumaki e nos exterminar de vez? Aliás, seria bem mais fácil, eles se juntam, nos exterminam e nosso território é divido entre os dois. Fugaku ficou pensativo. - Com essa aliança não teremos apenas um porto, assim que nascer um herdeiro seremos uma coisa só, uma grande e feliz família. Fugaku olha pro pai e concorda com a cabeça. - E se Minato não concordar? - Minato é esperto ele vai preferir uma aliança de sangue conosco do que uma sem ligação com aquela cobra peçonhenta. - Sim Pai. ************************************************************** Ao chegar na reunião Fugaku olhava atentamente ao pequeno alfa lúpus de 4 anos sentado de quimono parecendo um adulto ao lado do pai. Era costume levar os filhos alfas - sucessores - para as reuniões, quanto mais cedo se mostrassem dignos da posição, mais rápido haveria o respeito dos demais. Itachi com seus 9 anos estava pra lá de acostumado com a rotina. Naruto prestava atenção em cada palavra dita, as vezes imitava os gestos do pai ao pedir água ou um pouco de leite aos secretários. Após 5 horas de reunião fez o gesto mais fofo que um garotinho da Yakuza pode fazer, pediu colo ao seu padrinho e conselheiro de seu pai, Jiraya - alfa lúpus verdadeiramente grande e forte. Jiraya o acolheu nos braços e logo o pequeno dormiu. A Reunião continuou Minato parecia irredutível até que Baru Uchiha pediu a palavra. - Eu proponho uma aliança. - Como? - Jiraya pergunta curioso. - Uma aliança entre Alfa e Ômega, uma aliança de Sangue. - Pelo que eu saiba temos dois pequenos Alfas aqui senhor Baru. - Minato ri. - Minha nora Mikoto espera um pequeno ômega que está pra nascer por esses dias, poderíamos selar o acordo com o matrimônio. - Um ômega Uchiha, interessante. - Jiraya olha para Minato - Preciso ver a ômega. - Como? - Fugaku pergunta incomodado. - Sim, precisamos vê-la, Naru tem que tocar nela, sentir o cheiro do ômega, não vou fazer um acordo sem antes saber se o lobo do meu filho aceita essa união. Fugaku sorri contrariado, porém, minutos depois Mikoto entrava na sala. Ele jamais a deixaria sozinha em casa prestes a dar à luz ao seu segundo filho. A ômega estava assustada, nunca antes tinha sido chamada perante a grande cúpula. A menor segurava o braço de Fugaku com muita força. - Não precisa temer Mikoto, não faremos nenhum m*l. - Jiraya falava de forma dócil. – Venha, se sente aqui. – diz enquanto apontava a cadeira mais próxima. O pequeno Naru se vira no colo do padrinho. - Acorde pequeno! Hum. - O menor levanta ficando de pé como um homenzinho. - Diculpa Dindo, eu dormi. - Bem, essa é a senhora Mikoto, cumprimente-a. Naru se ajeita fazendo uma reverência a mais velha. - Isso, agora venha - O mais velho pega a pequena mão de Naruto e coloca sobre a barriga da ômega. Uma sensação de alegria percorre o corpinho do pequeno que abre um grande sorriso e grita. - Mexeu olha!!! O pequeno ômega na barriga da mãe dava altos pulos que de longe se via, em alguns momentos dava pra ver claramente o que era o pé, o que era cotovelo, até que as duas mãozinhas se encontraram e um cheiro novo invadiu a sala, era uma mistura de cereja n***a, orquídea, lírio, baunilha e âmbar. Nunca nenhum outro alfa ali presente tinha sentido cheiro igual. O lobo interno de Naru dava pulos de felicidade e o menor não sabia se conter. Os movimentos do pequeno ômega dentro da barriga eram igualmente alvoroçados, chegando a machucar Mikoto algumas vezes. Aquilo não era normal, o bebê sempre foi calmo. Os alfas presentes não tinham nenhuma dúvida do que estava acontecendo. - Acho que temos uma Ligação predestinada aqui - Baru disse rindo internamente - Temos um acordo então? Minato olha pro filho que acompanhava fascinado cada movimento que o bebê fazia dentro da barriga da mãe. - Sim, temos um acordo, temos o fim da guerra. Todos consentiram. Ao final da reunião Naru não queria se separar de seu neném e ,inexplicavelmente, Mikoto não queria se separar do pequeno. Ao se despedirem Mikoto sentiu as primeiras dores do parto, indo imediatamente pra casa dar à luz ao futuro ômega Uzumaki. Fugaku estava feliz por finalmente conseguir o que queria. O único integrante da reunião que não disse absolutamente nada foi Orochimaru. O alfa observava tudo atentamente, ele não teria lucro com o fim da guerra, mas de algum modo teria lucro com aquela união no futuro.

editor-pick
Dreame-Editor's pick

bc

MINHA PEQUENA PACIENTE

read
5.3K
bc

A escolhida Poline

read
2.3K
bc

Tentação perigosa (Isa e H1)

read
1.0K
bc

MIAMI BEACH

read
5.2K
bc

OBSESSÃO (MORRO) prt.1

read
18.9K
bc

O Assassino de Aluguel

read
2.9K
bc

Mulher de traficante_ Volume 2

read
1.3K

Scan code to download app

download_iosApp Store
google icon
Google Play
Facebook