bc

O Alfa e eu

book_age12+
159.2K
FOLLOW
95.5K
READ
alpha
forbidden
love-triangle
dominant
badboy
sweet
bxg
humorous
small town
supernatural
like
intro-logo
Blurb

Nael, uma garota com a vida complicada, resolve passar o verão bem longe da sua mãe e seu padrasto, na casa de sua tia, no Oregon.

Mas o que ela não sabe é que as lendas que percorrem por aquelas áreas podem ser muito mais que lendas,

Homens que viram lobos, maldições...

E o que ela menos espera é que ela faz muito mais parte daquele mundo do poderia imaginar...

Louis era o alfa da alcateia, lutava em guerras e masacrava seus inimigos. Não tinha espaço pro amor em sua vida, além do que era arriscado de mais.

Lobisomens eram raivosos e possessivos. Não conseguia controlar seus próprios instintos...

Seria melhor que mantivesse distância de todo e qualquer amor.

chap-preview
Free preview
Capítulo 1
Meu nome é Nael Williams e hoje é meu segundo dia de férias de verão. Foi muito difícil, mas eu consegui convencer minha mãe a passar minhas férias na casa da minha tia.       Ela mora em uma pequena cidade no Oregon, uma daquelas cidades que parece ser o fim do mundo, onde tudo é mais floresta e parece ser o lugar mais provável de acontecer um apocalipse. Mas fazer o que, até que seria legal uma infestação de zumbis para tornar um fim de semana mais animado. A melhor parte disso tudo é que minha tia quase não para em casa por conta de seu trabalho.  Minha tia é comissária de bordo de uma empresa aérea, ela sempre gostou de voar e da sua liberdade, era vista como a “ovelha n***a” da família e isso sempre me fez ter um carinho especial por ela, e ela por mim. Ela costumava me trazer lembrancinhas das várias partes do mundo que ela ia. Graças as suas viagens, isso faz a casa ser só minha por pelo menos 90% do verão, e outra coisa melhor ainda: Está a quilômetros de distância do meu padrasto. Tá certo que todas as famílias são complicadas, mas acho que a minha não perde de zero. Só pra começar, meu pai fugiu antes de eu sequer vir ao mundo, mas convivo bem com isso, não choro nem nada. Essa parte eu superei numa boa.  Anos depois minha mãe se casou de novo, mas não acho que esse casamento tenha sido um bom negócio.  O cara é um gorila que pensa que é o grande chefão da casa, já chegou a bater em mim quando não estava satisfeito com algo, e ele geralmente está insatisfeito com algo.  Quanto ao meu relacionamento com minha mãe não chega a ser um dos melhores, quer dizer... Não é como se ela me odiasse, ela só se faz de cega, prefere acreditar na sua ideia de vida perfeita que ela acabou criando no subconsciente dela. Está grávida do meu meio irmão já fazem 7 meses, mais um motivo que facilitou minha vinda pra cá da parte dela, assim não tinha mais motivos para se preocupar. Ela nunca acreditou nas coisas que contei pra ela sobre o Kolen, talvez um dia a ficha caia pra ela, mas não tenho muita esperança.  Mas isso não importa agora, pois estou muito longe de todo aquele caos. Estou exatamente onde queria estar, onde me sinto bem. Tenho por um verão inteiro paz, longe dessas pessoas todas e livre pra fazer o que eu quiser, livre para explorar, e não ficar me perguntando se tal coisa irá irritar o Kolen ou aborrecer minha mãe. Pelo contrário, não preciso pensar neles, não preciso citar o nome deles nem nada, tenho paz. E a primeira coisa que eu quero fazer com minha paz é levar ela para o centro da cidade e tomar o maior copo de milkshake que tiver por lá, porque não tem nada melhor no mundo que milkshake.  Acredito que se futuramente tiver alguma guerra, seja por qual motivo for, Milkshake trará a paz.  Eu então, me visto para sair Eu até seria capaz de sair por aí de pantufa e pijama, mas recentemente adotei um lema que não permite mais isso.  "Se não for pra causar, nem saio de casa" diziam os sábios do passado, e eu sigo vossos ensinamentos. O céu pela janela estava nublado e frio, e parecia que até de noite iria esfriar muito mais, porém estava preparada com meu "Outfit". Logo depois de me vestir, fiz uma maquiagem,utilizando um dom que recebi dos deuses: o incrível poder de fazer um delineado perfeito, e foi isso que eu fiz. Logo depois saí para minha jornada.  A casa da minha tia ficava a quase 1 Quilômetro de qualquer casa, e a 20/30 minutos da área comercial da cidade, MEIO DO NADA em todos os sentidos da frase. As vantagens: nada de vizinhos chatos. Desvantagem: a difícil jornada que tinha que ser feita por um MilkShake, mas valia a pena. Fora que não tinha mais nada de interessante pra ser feito hoje. ---------------- Eu seguia pelo canto da estrada de mão dupla que cruzava a floresta, dos dois lados havia uma tenebrosa floresta digna de um filme de terror, poderia contar os segundos para pular algum assassino em série usando alguma máscara esportiva do meio das árvores pronto para cortar minhas tripas fora. Acho melhor eu passar essas férias bem longe de qualquer filme de terror. Um tempo depois eu cheguei no centro da cidade, que tinha as áreas comerciais incluindo a sorveteria, meu grande objetivo. Mas só faltava eu desmaiar de emoção quando eu li escrito em um grande cartaz: "100 sabores diferentes de "Milkshake" Só podia ser o céu... Queria morar nesse lugar pelo resto da minha vida.  Em nome de toda a minha honra, eu não saio dessa cidade até ter provado todos os 100 sabores sem nenhuma exceção, e a primeira coisa que farei quando chegar em casa é adicionar isso à minha lista de vida (que é na verdade um caderno cheio de listas aleatórias que invento para vários motivos, pois listas são coisas fantásticas e viciantes...) Pedi hoje o que era de Kinder ovo -sim, existe- pra começar com chave de ouro, e fui tomando no caminho de volta pra casa, pois já estava escurecendo e não parava de pensar na ideia do assassino em série. No primeiro gole do milkshake, descobri o que estava faltando na minha vida, e me perguntei como havia sobrevivido todo esse tempo sem aquela substância dos deuses. Dava pra ver por entre as árvores que o sol começava a se por, era uma visão muito bonita, o céu azul cedendo espaço ao laranja, mais abaixo já começando a surgir o n***o da noite, algo explendoroso.  A estrada estava deserta como de costume, e foi então que eu comecei a sentir a sensação de estar sendo seguida, o que me fez sentir dentro de uma série de televisão, mas tentei ignorar pois já estou acostumada a lidar com minhas próprias paranoias, então desviei os olhos da floresta e fo quei na estrada.  Deitar em uma estrada daquelas estava na minha "lista de coisas para fazer antes do fim do mundo", (sim, eu tenho uma lista disso.) Nunca se sabe o que pode ocorrer, mas não importa agora, estava cansada e com preguiça demais para fazer qualquer outra coisa que não fosse ir direto pra casa. Quando cheguei em casa já tinha escurecido, então aproveitei para fazer uma maratona de filmes. Fiz pipoca e fiz exatamente o que disse que não ia fazer essa manhã, assistir filmes de terror. Fazer o que, eu sou rebelde e gosto de viver perigosamente...  Quando acabo mais um filme, olho no relógio e já são quase 3:00 da manhã, acabo de me recuperar de uns 30 ataques cardíacos que tive graças ao filme e agradecia mentalmente por NÃO TER VIZINHOS.  pois com certeza teria acordado eles com meus gritos, como não tenho no máximo chamei atenção de um serial Killers pra me m***r e me esquartejar.  Legal. Contanto que ele não use uma máscara. Fui pro meu quarto dormir até o meio dia, a janela de lá tem uma visão perfeita para a floresta dos fundos da casa, o que não seria um problema se não fosse a maldita névoa que alastra por tudo, o que também não seria problema... Se eu não jurasse ter visto um vulto preto por entre as árvores...  Pode ter vindo da minha imaginação? Pode. Mas é isso que as pessoas em filmes de terror pensam antes de terem seus órgãos arrancados.  Obviamente fiz o que uma pessoa normal faria no meu lugar;  tranquei a janela com o cadeado que achei na cozinha, escondi um taco de beisebol embaixo do travesseiro e dormi apavorada dentro do meu casulinho de cobertas.

editor-pick
Dreame-Editor's pick

bc

Prometida ao Alfa

read
23.7K
bc

Redenção

read
74.1K
bc

6-Destinada a Dois

read
117.8K
bc

4- Vampiro Dos Meus Sonhos

read
16.1K
bc

2- Reclamada Por Dois

read
98.5K
bc

Possessivo

read
208.2K
bc

5- Na Mira de Um Alpha

read
26.6K

Scan code to download app

download_iosApp Store
google icon
Google Play
Facebook