bc

A assistente apaixonada

book_age16+
178
FOLLOW
1K
READ
billionaire
possessive
friends to lovers
playboy
arrogant
boss
sweet
city
musclebear
assistant
like
intro-logo
Blurb

izabel e´uma linda moça que se esconde atras de um óculos e um coque nos cabelos e roupas sociais de trabalho por timidez.Era uma orfã que tinha saido de uma cidade no interior de são paulo que chamava-se campo belo. cresceu num orfanato e quando atingiu a maioridade foi morar na capital trabalhar e estudar com muita determinaçao ,naõ ia a´festas só gastava com livros para a faculdade.quando terminou conseguiu um emprego numa grande empresa de produtos alimentícios cujo o dono era um homem inteligente ,bonito atraente vivia cercado por mulheres interressadas nela era divorciado naõ tinha filhos. izabel namorou alguns rapazes mas por nenhum foi apaixonada. izabel percebeu que estava apaixonada pelo roberto mas ele naõ a via como uma mulher ele confiava nela ate´ tinham uma amizade eles se davam muito bem ,isabel cuidava de todas as coisas de roberto ,a manuntençao das casas quando precisava ele resolvia toda avida de roberto estava nas maõs de IZABEL .ela se conformava em ser a assistente amiga pra a todas as horas.ate´ ele conhecer alice uma linda modelo loira ,que começou a monopolizar a atençao de roberto e ai´iza começou a se preocupar e se entristecer. ela os via juntos isso a machucava incrivelmente, ele piorava a situaçao pedindo que izabel escolhesse presentes para a namorada pois ele naõ se dava a esse trabalho,izabel estava no limite quando soube que ele pretendia ter um filho com a alice. IZABEL disse a ELOIZA sua única amiga com quem ela morava a 2 anos num apartamento de 2 quartos , izabel disse a amiga que iria pedir mudança de setor ou se demitir. quando chegou la´ele disse ter terminado com a modelo que naõ queria ter filhos ,e entaõ pediua izabel que fosse mãe do filho dele e ela pensou meu sonho vai realizar-se eu terei uma chance com roberto finalmente e pediu um tempo mas no seu coraçao aceito de imediato.

chap-preview
Free preview
ISABEL
IZABEL era órfã não sabia quem ,eram seus pais. Só sabia que tinha sido deixada num orfanato em uma cidade do interior que se chama campo belo, ainda tinha amigos lá. ALGUMAS vezes foi lá nas poucas folgas que teve. Foi para a capital trabalhar e estudar, há 10 anos. Já tinha feito faculdade de administração e trabalhava, numa grande empresa de produtos alimentícios. Ela tinha 26 anos e era assistente, pessoal do dono da empresa. Era um trabalho de tempo integral porque o dono da empresa, ROBERTO dependia muito de ISABEL, até para cuidar de assuntos de casa como os empregados. Fora lá na mansão, entrevistar um candidato a jardineiro ontem, fazia listas de compras tudo resolvia problemas da casa. Marcava os médicos quando ele ficou doente chegou a dormir na mansão para cuidar dele, ele ficou com faringite. E ISABEL ficou muito preocupada teve uma noite que ele dormia, em que ela adormeceu do lado dele. Roberto acordou . Ele disse você é mesmo meu, anjo da Guarda. Roberto era muito charmoso e atraente e ISABEL acabou se apaixonando por ele, mesmo achando impossível esse amor se concretizar. Ele era divorciado tinha 36anos e não tinha filhos. Namorava uma moça, que era modelo há alguns meses, parecia sério. Izabel se incomodava quando os via juntos. Tinha que escolher presentes, para ROBERTO dar a namorada acreditava que ele estava feliz, e conformou-se. Ele comentou que estava a querer ter um filho. ISABEL pensou. Então agora não tenho, Esperança. ELE com filho e namorada. ISABEL falou com a sua amiga ELOISA que morava com ela. — ELOISA, eu penso que vou ter que arrumar outro, emprego não vou aguentar ver o ROBERTO com a namorada ALICE, modelo linda e um bebê. Eu amo-o quero que ele seja feliz, mas é demais ve-lo com uma família. Eu faço tudo por ele, mas não consigo ficar vendo ele com outra mulher ,Ele é o único homem que eu amei na vida. Até namorei um rapaz o ano passado, mas, não conseguia esquecer, não vou continuar a cuidar vendo tudo de perto. ELOISA sentou-se perto dela e disse - IZA talvez seja melhor! Se afastar dele. — Você, perto do ROBERTO não vai conseguir esquecer ele mesmo. Tenta pedir uma transferência para outro setor. IZA pensou que era, a hora de pensar nela, difícil ele aceitar que eu me transfira depende muito de mim. A assistente perfeita. ELOISA e IZA moravam juntas a dois anos dividiam um apartamento de dois quartos com uma sacada onde IZA mantinha algumas plantas era pequeno, mas era confortável uma pequena sala com um sofá e uma estante com livros e uma grande TV . Era um prédio antigo simples. IZA disse a ELOISA. — EU, vou pensar sobre isso também será difícil para mim não ver o ROBERTO todo dia, e vai ser difícil para ele arrumar outra assistente que faça tudo que eu faço. — E ninguém é insubstituível logo ele arruma outra assistente e você pode trabalhar em outra função,outra empresa. E arrumar um namorado, você ,trabalha demais para o ROBERTO e ele nem dá valor a você. IZA disse.e -Eu ganho razoavelmente bem. Mas realmente eu acho que me dedico demais a ele as coisas dele fora do horário. Semana passada tinha ido visitar o pai dele seu António morava sozinho num apartamento. IZA sentia um grande afeto por ele, era muito sozinho ,não gostava de receber visitas mas ISABEL ele recebia ,Ele dizia que ela era como uma filha para ele. Não se dava bem com o filho ,eles eram bem parecidos viviam brigando.NÃO se afastaria do senhor ANTÔNIO pensou IZA. - E você ELOISA ,como estão as coisas com o Sérgio? Perguntou ISABEL pensativa. — Ele é muito fofo, mas eu sinto um pouco de medo de me envolver muito rápido. — Conheci ele há pouco tempo, mas está indo bem. NÓS, vamos sair hoje para jantar e depois cinema quais os seus planos para hoje iza? — VOU, tomar um banho de banheira e ler um livro,tomar sorvete de baunilha. ELOISA falou VOCÊ deve sair mais, amanhã nós podemos ir almoçar fora.depois vamos dar uma olhada nas lojas comprar o vestido que você precisa comprar para a festa de ROBERTO. NÓS podemos fazer isso obrigada amiga. IZABEL disse — VOU ARRUMAR-ME LOGO.EU, estou ansiosa para sair. — Vai aproveitar a noite querida. IZA ficou deitada no sofá, fechou os seus olhos e ficou pensando em ROBERTO.COMO era difícil ficar perto dele e será que ele aceitaria fácil a sua transferência. Estava tão cansada que dormiu no sofá. Acordou às 10 horas era domingo. Foi ao quarto de ELOISA, ela ainda estava dormindo. Então foi para a cozinha fazer café.QUANDO ELOISA, acordou elas passaram o dia de domingo fora , compraram um vestido azul que ficou lindo no corpo ela fez mais compra de ‘lingeries’. Segunda-feira chegou chuvosa e IZA arrumou-se e foi trabalhar. Chegando lá entrou na sala de ROBERTO e o cumprimentou e começou a falar sobre a pauta do dia. ROBERTO estava distraído e com um olhar pensativo e decidido. O pedido — QUER, casar comigo ISABEL?E dar-me um filho? EU, sei que você esta´ pensando e a ALICE? EU terminei com a ALICE ELA não quer ter um filho agora. MAS, você, eu sei que vai ser uma boa mãe. - POSSO pensar ate´ a tarde ROBERTO ? E ele levantou e foi até ela e lhe deu um beijo nos lábios longamente e ISABEL retribuiu com ardor que o surpreendeu e fez com que a beijasse de novo com muito ardor. Ela ficou com medo de ROBERTO se arrepender. ISABEL ficou muito feliz e nervosa ao mesmo tempo, agora ela tinha uma oportunidade com o homem que ela amava. O dia decorreu Correndo no fim do tarde ROBERTO disse que a levaria em casa. — ROBERTO, eu pensei o dia todo sobre a proposta que você me fez, eu sou uma pessoa que não tem família, eu sempre quis ter uma. Então eu aceito a proposta. Eu vou-me ,casar e ter um filho logo com você. Vou ter uma família finalmente. Diz ISABEL. E olhou nos olhos de ROBERTO.ele veio até iza e a abraçou e disse.obrigado você vai ser muito feliz . Eu vou cuidar bem de você é do nosso bebê. — Posso dar entrada nos papéis do casamento? Diz ROBERTO. — Sim, já que decidimos. Não há motivos para esperar. Disse ISABEL. Então ele a beijou e ISABEL correspondeu com um ardor que o surpreendeu e fez com que a beijasse de novo .até que se afastaram.ISABEL foi para o banheiro se recompor e quando olhou no espelho se viu outra mulher mais viva olhos brilhantes os cabelos tinham soltado do coque. Ela pensou. Eu estou a viver um sonho. Beijá-lo é muito melhor do que em sonhos. Nada vai-me impedir de ficar com ele. Encontrou, ROBERTO sentado pensativo. Algum problema ROBERTO?Disse iza. Preocupada -Não, está tudo certo só pensava que nós precisamos ficar mais tempo juntos. — VAMOS, para a casa de praia no fim de semana só eu e você? Disse ele com aquele olhar que fazia o coração de ISABEL disparar. Ele levantou-se e se aproximou de ISABEL e acariciou o rosto de iza e dizendo. — VOU, levar você em casa. Você aceita jantar comigo hoje? jantar hoje? Claro.diz ela. Como ela iria dizer não com ele tão perto e acariciando o seu rosto. — Então, vamos já está tarde você deve estar cansada.disse ele. — Você, trabalha muito,acho que você vai precisar de uma assistente agora, você vai ter que se preocupar mais com o seu marido também e o bebê. E a beijou de novo. Não sei, porque não lhe beijei antes. ELOIZA ligou e disse que ia a um evento com o namorado e ISABEL a avisou que viajaria no fim de semana. Ela às vezes, viajava à trabalho com o ROBERTO e ELOIZA estava acostumada com isso. ISABEL estava nervosa aquela noite mudaria a sua vida para sempre. E foi muito sonhada por ISABEL. Quando aceitou se casar com ROBERTO se sentiu protegida com alguém que estaria com ela sempre. Não era por ele ser um homem poderoso, era por ser o homem que ela amava que sentia esse sentimento de p******o. Ele era, acessível e engraçado quando não estavam no trabalho. As, vezes ele perguntava da vida de ISABEL em campo belo , ou no orfanato. ISABEL falava-lhe como era solitária no orfanato que se refugiava nos livros e no estudo para superar a solidão. Com ele, ISABEL conseguia falar sobre a sua infância,ele até se ofereceu para pagar um detetive para procurar os pais dela. ISABEL não aceitou, mas, ficou agradecida pela atenção que teve com ela. Trabalhava muito tempo com ele. ISABEL era bonita, mas, vestia roupas muito sérias sóbrias os cabelos, sempre preso e usava óculos. Não gostava de chamar, atenção para ela. Mas era muito bonita tinha longos cabelos negros encaracolado e olhos negros. Eles tinham uma, relação amigável no trabalho, mas ela nunca percebeu que ele lhe olhava como mulher. Teve algumas vezes que ele, ia a entrar no quarto dela no hotel pedindo que ela fizesse alguma coisa para ele, e a viu sem óculos e com cabelos soltos e de shorts e camiseta. E ele se surpreendia . — É, você mesma ISABEL? Dizia ele olhando para ela e a deixando constrangida. Às vezes ISABEL TINHA vontade de agarrar-lo e lhe dar um beijo , mas isso só acontecia na imaginação dela .Ela nunca teve coragem de concretizar os seus desejos. Não teve muitos namorados e nem muitos amigos. Tinha muito medo de se envolver e sofrer. Mas, com ele mesmo sendo um amor platónico ela sentia-se próxima. Podia pedir ajuda se precisa ela sabia. Ele ofuscava qualquer um que ela tentasse sair. Ela estava pensado se, estaria a sonhar ROBERTO a levando em casa para um jantar só os dois. Era bom demais para ser verdade. Ele já tinha levado ela em casa ,voltando de alguma viagem. Ele usava um perfume másculo e delicioso. Que impregnava o local onde ele entrava. Eles entraram no elevador e ISABEL desejou que o elevador parasse para que ficassem presos no elevador e pudesse beija -lo novamente. Eles chegaram em casa ele, lhe um beijo disse que a esperaria na sala enquanto ela tomava, banho e trocava-se. ficou olhando tudo com muita, atenção. É aconchegante o seu apartamento. — Você gosta muito de livros não é? De ‘suspense’, você sempre com um livro nas viagens. Eu sempre reparei nisso. Do que mais você gosta? Sorvete de baunilha ,maçãs? Ele falou olhando para ela. — Você, lembra das coisas que eu gosto? Disse iza. — Claro que eu lembro, só que quero saber mais. Nós vamos nos casar, você sabe tudo de mim e eu sei tão pouco de você. — No jantar você pergunta-me o que quiser saber. Eu vou-me arrumar, eu estou com fome, já volto. Diz ela. Tomou um banho rápido e escolheu um vestido preto justo. Ela arrumou-se rapidamente, mas com cuidado. Achou que estava bonita. Quando, foi à sala viu que estava certa pelo olhar que ROBERTO lhe dirigiu. — Você, está linda ISABEL. VAMOS jantar? — Sim, vamos eu estou faminta. Foram a um restaurante italiano que era bem acolhedor e ficaram a conversar sobre a vida dela depois que veio para a capital. ela disse que não tinha amigos sempre, estudando e trabalhando para pagar a faculdade só se dedicava aos estudos e lia muitos livros. Isso a fazia sentir -se sozinha. E lembrava que tinha sido deixada pelos pais Eu sempre esperei que eles voltassem para me procurar, eu sei que é difícil de acontecer. Eles provavelmente nem lembram que eu existo.diz ISABEL encabulada. — Você, é muito forte e agora nós estamos juntos você tem a mim.diz ROBERTO. Segurando a mão de ISABEL com carinho. — Obrigada por dizer-me isso, faz-me sentir que eu posso contar com você. Diz ela — É, claro que sim ISABEL, você vai sempre me ter do seu lado. Ele levou-a em casa e combinaram de viajar no dia seguinte que era sábado. Eu vou-te buscar as 8:00 da manhã, vai ser ótimo ficarmos sozinhos. Você vai poder descansar e deixar-me cuidar de você. Ele deixou-a em casa e deu-lhe outro beijo apaixonado. No dia seguinte ela acordou feliz, como nunca havia acontecido. Arrumou as roupas que levaria.E arrumou-se, para esperar ROBERTO. Contou a ELOIZA que iria viajar com o ROBERTO e não contou os detalhes porque achou melhor, contar na volta. Ele chegou e eles foram, para a casa de praia. — Eu pedi aos caseiros que comprassem comida, e dessem um jeito na casa. Diz ISABEL. A casa era ampla e térrea tinha muitas janelas e uma parte de vidro onde ficava a piscina. — É, você sempre resolve TUDO. Disse ele. Chegando lá encontraram a casa bem arrumada, era bem bonita tinha muitas flores coloridas plantas. IZABEL adorava plantas . A casa ficava perto da praia era um dia ensolarado.Ela se sentia feliz e ROBERTO estava a tratar, ISABEL com tanto carinho que ela se sentia tão especial. Eles entraram na casa e ROBERTO levou as coisas de ISABEL para o quarto dele. Então ela foi se trocar no banheiro, e colocou o biquíni branco. Quando ROBERTO a viu ficou impressionado com a beleza do corpo de ISABEL. Ela percebeu isso e ficou envaidecida. Entraram no mar e ROBERTO a beijou no mar, ficaram um pouco lá e continuaram se abraçando no mar e beijando-se. E ROBERTO falou. - IZABEL, vamos entrar? Perguntou ele olhando-a atentamente. - Sim, ROBERTO. Eles saíram do mar abraçados e entraram na casa foram tomar iza sentiu -se tímida e foi tomar banho no banheiro de hóspedes, ROBERTO foi no banheiro do quarto dele. Depois, do banho iza vestiu uma lingerie provocante azul e colocou um roupão por, cima e foi ao encontro de ROBERTO. Chegando lá entrou e encontrou ROBERTO só de toalha foi até ele é se beijaram se abraçaram e ROBERTO abriu o roupão de ISABEL e eles amaram-se a manhã toda. ISABEL sentiu-se extremamente feliz, e ROBERTO parecia bastante satisfeito, ele foi muito carinhoso com ISABEL. Você é muito linda e especial iza eu estou muito, feliz que você vai ser minha para sempre. — ISABEL, você se importa se nós antecipamos o casamento? Para o dia do meu aniversário eu quero esse presente. O que você me diz? — Sim,eu caso-me com você o dia em que você quiser. Diz ISABEL acariciando os cabelos de ROBERTO e ele abraçado a ISABEL. Na cama. — Você, vai mudar para a minha casa ,Eu não vou ficar mais longe de você. Disse ele beijando-a Longamente Ficaram o fim de semana todo dormindo e acordando tarde. Eles iam a praia caminhavam abraçados conversando e felizes. ROBERTO a beijou e a levou para o quarto e tirou seu biquíni e a beijou e acariciando o corpo dela e a deixando em chamas se amaram e quando iza acordou ele estava olhando para ela com um olhar de admiração e desejo, então se amaram novamente,ele sempre estava olhando para ISABEL quando Eles acordaram. Eles voltaram á capital a noite e foram para a mansão de ROBERTO. — Amanhã, nos vamos trazer suas coisas para cá , eu quero-te dar um presente. E abriu uma gaveta e tirou uma caixinha de uma joalheria e entregou a ISABEL. Ela, abriu e era um anel de noivado ele colocou no dedo de ISABEL . E prometa que nunca vai tirar o anel. Olhando nos olhos dela. — Prometo, é lindo querido obrigada. E o beijou e o abraçou.ISABEL não conseguia conter mais o que sentia e o tratava com muito amor. Só não tinha se declarado ainda. Ele correspondia o carinho. No dia seguinte ISABEL e ROBERTO foram trabalhar e ela tinha colocado uma roupa de trabalho quando arrumou as suas coisas para ir à praia em Ilhabela. ISABEL estava preocupada, fora tudo muito rápido. E quando chegaram na empresa tinha uma reunião, com fornecedores conhecidos e um deles,já havia convidado ISABEL para jantar e ISABEL estava presente na reunião,no final ele comentou. — VOCÊ está noiva, disse ele olhando para a mão de IZABEL. O nome dele era Afonso. — Sim, ela vai se casar comigo.disse ROBERTO. Olhando-lhe. — Parabéns,para vocês.disse Afonso sem graça. Se despediram e saíram da sala. — Nunca gostei, do jeito que ele olhava para você .disse ROBERTO. Iza se mudou para a casa, de ROBERTO na mesma semana. As vezes ele vinha se aproximando de ISABEL ia até ela e dava-lhe um beijo. Tudo ia bem, Iza às vezes sentia medo de tão feliz que estava. Lembrou-se do dia que contou do casamento para ELOIZA. Ela ficou tão surpresa. — Num dia, você ia se afastar dele outro aceita casar com ele, você está feliz? — Muito, desde que mudei para a casa dele,estamos juntos o tempo ele me faz rir e é carinhoso comigo se preocupa,você sabe que só tinha você que se preocupava comigo. Eu tô com sintomas de gravidez, vou à médica hoje. — VOCÊ, contou para o ROBERTO? Perguntou ELOIZA. — Não. SÓ, quando, tiver certeza ele vai ficar tão feliz, fiz o exame verei o resultado hoje. Disse-lhe que ia almoçar com você, ELOIZA nós podemos almoçar após eu ir à médica? — Não, dá ISABEL vou ter que trabalhar na loja, a vendedora ficou doente. ELOIZA disse. — Você, pode passar lá depois para me falar o resultado do exame.falou ELOIZA. — CLARO querida ainda passo, na loja de bebê do lado da sua . Tenho certeza que o meu bebê já está aqui.diz ISABEL com a mão na barriga. — Eu nunca te vi tão feliz ISABEL disse ELOIZA. ISABEL voltou ao trabalho e agiu normalmente com o ROBERTO.Ele tinha, um almoço com um empresário estrangeiro. Ela, chegou à médica e ela confirmou a gravidez e receitou vitaminas e marcou a próxima consulta. ISABEL ficou tão feliz. Foi direto na loja de roupas de bebê que tinha nas proximidades da clínica. Foi toda feliz escolheu muitas roupinhas, e se emocionou, pois agora teria uma família. Saiu com muitas sacolas e passou na frente de um restaurante, chique e pelo vidro da entrada viu ROBERTO ia entrar, mas parou quando viu com quem ele estava, com ALICE e segurando as mãos dela. ISABEL saiu rapidamente de perto do lugar e foi a andar sem rumo, até resolver ir até a loja de ELOIZA chegou lá chorando. — Ele vai-me abandonar ELOIZA, vai voltar para a ALICE. Disse ISABEL chorando. E abraçou ELOIZA. A amiga a abraçou e disse — PODE, ser só uma conversa que eles tiveram vocês estão tão bem juntos. O ROBERTO, não faria isso com você. — Eu estou com medo de perdê-lo para sempre. Diz ISABEL. Eu amo-o tanto e agora temos o bebê. Não quero que, ele fique comigo devido ao bebê. — Você não está pensando em não contar sobre o bebê ? Perguntou ELOIZA. - Não eu não faria isso com o bebê e com o ROBERTO, eu sempre fui sozinha.MEU filho vai ter família mesmo que seja um casal separado. O smartphone de ISABEL estava desligado.PORQUE não queria falar com ROBERTO até se acalmar e decidir o que fazer. Foi se acalmando ELOIZA trouxe um copo de água para iza . Ela falou que estava grávida de um mês e mostrou as roupas para ELOIZA. A amiga disse a ISABEL. — Você não acha melhor ir para casa falar com ele? ISABEL ele ligou-me porque não conseguia falar com você quando você estava na clínica. - O que você disse? ISABEL faz tempo ?perguntou. — QUE, você estava no toalete faz umas duas horas ele já deve estar-te procurando. Disse ELOIZA. — Eu falarei com ele, vou lavar o rosto e esperar ele em casa. Ligou o celular tinha muitas chamadas ROBERTO. Ela ia ligar para ele quando viu o carro parando na porta da loja de ELOIZA. — Ele já chegou, deseje-me sorte ELOIZA. Então IZABEL olhou as sacolas e disse — É melhor ficarem aqui por enquanto. Vou, falar com ele antes e de levar as roupinhas. — EU estou muito nervosa. disse ISABEL. E se despediu de ELOIZA a abraçando-a . Depois me liga ISABEL . diz ELOIZA ISABEL pegou a sua bolsa e saiu ROBERTO a estava na porta da loja. Ele, a viu e veio abraçá-la e ISABEL deixou ser abraçada por ele . — Eu estava preocupado, você não atendia o celular.disse ROBERTO. — Nós precisamos conversar ROBERTO, podemos Ir para CASA O que aconteceu?você chorou querida? Perguntou ele. — Vamos para, casa lá nós podemos conversar. — Está-me deixando preocupado ISABEL, vamos entrar no carro e conversar agora. Disse ele abrindo a porta do carro. ISABEL entrou e ROBERTO também. — Fala, ISABEL o que aconteceu? E olhou com preocupação para ela. — EU vi você, almoçando com ALICE de mãos dadas com ela.disse ISABEL com um olhar magoado. — Espera, você não está a pensar que eu voltei com ela? Perguntou ROBERTO. Olhando nos olhos dela. — Eu, não sei, você mentiu para mim disse que iria encontrar um empresário estrangeiro.EU não sei o que pensar agora.disse ISABEL desnorteada. — Eu não, falei-te nada sobre isso para você não ficar com ciúme, mas ela ligou-me queria ir lá na em empresa falar comigo eu achei melhor ir ao encontro dela para resolver logo. — Ela queria voltar comigo até falou em ter um filho.disse ROBERTO. — Você vai voltar com ELA? Perguntou IZABEL. Claro que não, você não percebeu que estou apaixonado por você Iza? Disse ele olhando com aqueles que a enfeitiçaram. — Você está apaixonado mesmo por mim? Perguntou ISABEL com os olhos marejados de lágrimas por pensar que ele a deixaria. EU nunca fui tão feliz com ninguém só com você ISABEL . Diz ROBERTO emocionado.E a beijou. - VAMOS ,para casa querida. — Quando, chegarmos em casa eu tenho um presente para você. E entregou o exame de gravidez a ele. ROBERTO olhou para ela surpreso e olhou novamente o exame e ficou sorrindo e abracou-a com força. — Eu não pensei que ia ser tão rápido. Estou muito feliz amor. Está tudo bem com vocês dois? Quando você soube? Disse ROBERTO — EU desconfie, há alguns dias , só queria te falar quando tivesse certeza eu fui na médica hoje a tarde, quando disse que ia estar com a ELOIZA. Fui, comprar umas roupinhas numa loja perto do restaurante onde você estava a almoçar foi aí que vi você com a ALICE. - Eu sinto muito, por isso amor não queria-te causar sofrimento querida, ainda mais depois de saber do bebê. Diz ROBERTO sinceramente. — Não, vai acontecer de novo, você nunca terá motivos para duvidar do meu amor por você novamente. — Como ESTÁ, o bebê? Quando você vai voltar a médica? Eu quero ir com você, em todas as consultas. disse ele acariciando a barriga de ISABEL, sorrindo. — Só estamos de quatro semanas, NO mês que vem tenho consulta marcada.Está tudo bem. Eu estou muito feliz. E o abraçou e eles se beijaram muito. - Querido, eu comprei muitas roupas para o nosso bebê queria mostrar-te deixei na loja da ELOIZA. — Amanhã, nós podemos ir lá buscar e comprar mais roupas e o berço, precisamos decorar o quarto. IZA obrigado por me fazer tão feliz. Disse ele emocionado. Eles abraçaram-se e ROBERTO falou. - VAMOS antecipar o casamento ? — O meu, aniversário é só daqui a 2 meses. Quero casar logo com você aí, podemos viajar para onde você quiser. Disse ele. Eles estavam sentados abraçados no sofá da sala. IZABEL disse a ROBERTO. — Eu não quero, viajar para longe eu não me sinto segura por causa, e do bebê você entende? Eu prefiro ficar perto de casa e da médica, nos podemos ir para aquela casa que você tem no interior? Depois da reforma nós não fomos lá para ver .tem um ar tão bom lá. -Você quer ir nós vamos querida, depois que o bebê nascer e ficar mais grandinho nos poderemos fazer uma viagem mais longa para outro país. Mas o casamento eu vou marcar logo. — Tudo bem, querido eu quero te dizer, uma coisa que eu nunca disse a ninguém disse Izabel. Roberto a olhou com carinho. Diga Izabel você pode me dizer qualquer coisa. — Eu amo-te ROBERTO, você é tudo para mim. Disse IZABEL. ROBERTO a olhou emocionado e a beijou longamente. Eu fico muito feliz em ouvir isso IZABEL. Esses últimos dias foram os melhores da minha vida, Eu percebi como você é a única mulher importante na minha vida á anos, está sempre do meu lado cuidando de mim ,não sei como não percebi antes que você é a mulher da minha vida. — Eu amo você também ISABEL. Eles abraçaram-se e ROBERTO a beijou novamente. E passaram alguns meses e a criança estava prestes a nascer e ISABEL estava se mantendo deitada, pois a gravidez estava no final, ROBERTO havia feito uma viagem rápida a´cidade do rio de janeiro e voltaria no mesmo dia, a amiga ELOIZA ficou com ela, ISABEL começou a sentir as dores e pediu que avisassem o Roberto.ELOIZA ligou e foi levando Izabel ao carro com a ajuda do motorista que a ajudou a entrar no carro e pela videochamada Roberto a viu com dores de parto e ficou apavorado — E não era para hoje eu ´estou voltando querida estou a ir para o aeroporto agora.VOU estar com vocês logo eu amo-te . Ele desligou e foi correndo para o carro direto para aeroporto. Izabel chegou a maternidade e logo o seu nenê nasceu e era um menino eles quiseram ser surpreendidos não sabiam o s**o da criança até nascer e izabel olhou o seu filho que era muito parecido com Roberto e chorou de emoção era perfeito cabelos negros muito lindo,quando ROBERTO chegou e viu o filho nos braços de Izabel ficou emocionado e a abraçou e olhou o menino e beijou-lhe a testa logo deu uma bronca. — PORQUE, não esperou o pai chegar filho, você esta´bem IZA? Perguntou beijando-a — CLARO, querido está tudo bem o garoto é ´apressado eu quero que ele tenha o nome do pai dele . Ele e´a a sua cara não pode ter outro nome Robertinho. -É ,` o que você quer? — ENTÃO, vai ser ROBERTO ALVARES FILHO. E a beijou e disse. — EU sabia, que você ia-me fazer feliz mais não imaginava que seria tanto.disse ele olhando-a nos olhos emocionado. - OBRIGADO, por me amar tanto ISABEL e por ser a mulher que eu sempre quis. E NÃO sabia que estava do meu lado o tempo todo, todos esses anos que você esteve a trabalhar comigo. Ela acariciou o rosto dele o qual caia uma lágrima. e pegou a mão do homem que amava e disse. — EU amo-TE e você faz-me feliz, muito mais que eu sonhei .MAS o melhor momento é quando acordo todo dia nos seus braços com você. ME olhando com esses olhos que eu amo tanto que o nosso filho tem iguais aos seus. — VOCÊ, e o robertinho são a minha família, agora eu tenho uma e e´tão bom dizer isso disse ela com a voz embargada e chorando. — NÃO, chora ISABEL, eu amo-te tanto não gosto de ver você chorar eu sei que é de alegria, mas pode secar o seu leite você quer amamentar o nosso filho não e´? Disse ROBERTO limpando com os dedos as lágrimas de ISABEL e depois a beijou ai ela parou de chorar. ELA recebeu alta com o Robertinho ,com carinho ROBERTO pegou o menino dos braços dela e entregou a ELOIZA e pegou ISABEL no colo para levar ela no colo até o carro. EM casa, quando entraram levou ela até o quarto onde a colocou com cuidado na cama e do lado estava um berço para o robertinho.ELOIZA o levou até a ela deu um beijo e foi embora ISABEL a tinha convidado para ser a madrinha do robertinho. Com o filho no colo e o marido do lado ISABEL sentiu-se a mais feliz das mulheres, foi quando ROBERTO lhe entregou uma caixa de presente e pegou o menino para que ela abrisse o presente que era uma linda joia. UMA gargantilha com uma pérola cercada por diamantes que a deixou boquiaberta. — É linda, ROBERTO. Obrigada, querido, vem mais perto eu quero um beijo seu. Disse a esposa apaixonada de ROBERTO. — EU vou beijar muito você linda. Beijando-a e o menino começou a se mexer, vamos pôr ele para dormir primeiro ai´nos podemos ficar juntos.ela amamentou o filho e ele adormeceu e ROBERTO que estava ao lado embevecido vendo a sua amada esposa com o seu tão sonhado filho pegou o betinho e o colocou no bercinho onde ele ficou.e então ROBERTO veio até IZABEL que o esperava ansiosamente e a beijou longamente a abraçando e ISABEL disse que estava com muita saudade de ficar com ele.ISABEL dormiu nos braços de ROBERTO. O betinho foi crescendo tinha um quarto para ele ISABEL finalmente concordou em deixa-lo no quarto dele . Ficaram sozinhos e amaram-se com muito amor e paixão e quando ISABEL acordou ROBERTO estava a olhar para ela com muito amor e então ela beijou-o e disse — EU amo-te muito.VOCÊ é tudo o que eu sempre quis e´o melhor marido que eu poderia ter eu nunca me esquecerei o primeiro beijo que você me deu. FOI o início da minha vida com você ROBERTO. E, a minha vida é você e o nosso filho agora e para sempre.

editor-pick
Dreame-Editor's pick

bc

Querido TIO.

read
7.1K
bc

Atraída por eles.

read
48.1K
bc

O NOVO COMANDO HERDEIROS DO ALEMÃO ( MORRO)

read
13.5K
bc

Casamento por contrato vol 2

read
1.2K
bc

INESPERADO AMOR DO CEO

read
34.2K
bc

Tigre 2: Entre amores e desafios

read
9.7K
bc

Meu professor, minha obsessão

read
3.0K

Scan code to download app

download_iosApp Store
google icon
Google Play
Facebook