bc

O Filho do lobo.

book_age18+
1.7K
FOLLOW
6.4K
READ
billionaire
family
fated
sensitive
drama
bxg
serious
mystery
magical world
supernatural
like
intro-logo
Blurb

Um amor que ultrapassa as barreias do tempo e espaço.

Uma mulher que carrega em seu sangue o poder de gerar na nova geração de lobos.

Um homem amargurado pela vida que vai fazer de tudo para ter a mulher que perdeu em outra vida.

Um vilão, que não vai medir escrúpulos para que esse amor não tenha um final feliz

Uma sociedade a muito esquecida

Helena sempre sonhou em ser professora, era o orgulho de toda a família, foi a primeira de toda sua família a fazer faculdade.

Desde pequena, tem sonhos com um homem misterioso e dois lobos gigantes que travam uma luta mortal por ela.

Em seu primeiro dia de aula conhece Argo, o homem que aparece em seus sonhos. Doutor em cultura grega, ele estava perdido nos corredores da universidade, da mesma forma que Helena, que se perdeu em seus braços, algo diz para ela ficar bem longe.

Argo é um lobo Shifter, filho mais velho do poderoso Nicolas Licáon, o todo poderoso alfa da matilha grega mais antiga, e fica completamente hipnotizado, ela era sua companheira predestinada.

No passado, eles foram separados de forma trágica, e o destino lhes deu uma nova chance de final feliz... Será?

O segundo livro também está incluso, narra a história dos filhos de Argo e Helena

chap-preview
Free preview
Glossário
AVISO! Matilha se refere, principalmente, a um conjunto de cães. Alcateia se refere, principalmente, a um conjunto de lobos. Eu preferi usar A PALAVRA MATILHA, POR SER MAIS USUAL ESSA OBRA CONTEM 2 FAZES 1-Mitologia Grega 2- Mitologia Celta A DEUSA E A MESMA DEUSA EM QUALQUER MITOLOGIA. Glossário: Cronos: ou Chronos é o nome dado para a personificação do tempo, de acordo com a mitologia grega. ... Na mitologia grega, Cronos é considerado o mais novo dos seis poderosos titãs que pertenciam a primeira geração de seres divinos, filho caçula de Urano (representação do céu) e de Gaia (personificação da terra). Zeus: É o Senhor dos Céus e Deus Supremo da mitologia Grega. Rei Lycaon: Licáon foi rei da Arcádia na Grécia antiga, o primeiro misantropo. Licantropos:Um lobisomem tem três formas de licantropia, a de humano, a de híbrido entre humano e lobo e a de lobo. Tessália: Área montanhosa da Grécia. Alfa: O líder, Tendem geneticamente a se destacarem em campos físicos e intelectuais e a terem instintos de competitividade e agressividade. A sociedade costuma encará-los como “dominantes” Omega: Possuem estrutura física mais frágil, extrovertidos, sonhadores e engraçados. Matilha: Indicam um conjunto ou um agrupamento de coisas e de seres da mesma espécie, transmitindo assim uma noção de multiplicidade. Companheiros predestinados: Almas gêmeas, que nasceram para ficarem juntas, e se seguem por varias vidas. Cio: O cio dos alfas acontece depois que estão acasalados ou encontram seus companheiros predestinados Acasalamento: casamento Marca: Quando o lobisomem morde sua companheira e divide com ela sua força vital, quando o lobisomem morre a companheira volta a ser mortal omorfiá mou: Minha beleza Agape Mou: Amor meu Lua de sangue: O fenômeno é raro e acontece em eclipses da super lua, o eclipse lunar ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua estão em perfeito alinhamento. Apolo (em grego: Ἀπόλλων; romaniz.: Apóllōn, ou Ἀπέλλων, transl. Apellōn) é uma das divindades principais da mitologia greco-romana, um dos deuses olímpicos. Filho de Zeus e Leto, e irmão gêmeo de Ártemis Oráculo de Delfos, localizado na cidade de Delfos (que hoje já não existe), região central da Grécia, há cerca de 2500 anos, foi uma das mais influentes e poderosas instituições do mundo grego antigo. Destino de grandes personagens da história, o Oráculo de Delfos recebera visitas não só de nomes célebres, como Alexandre, o Grande, mas também de cidadãos comuns e embaixadores das cidades-estado gregas e dos impérios contíguos buscando por conselhos, tanto para problemas pessoais como para grandes e complexas questões políticas e de relações exterior Filhas da lua:Mulheres com sangue e tradição antigas, as únicas que conseguem gerar filhotes, são sacerdotisas da deusa selene que lhes deu essa dádiva. Muitas vezes são companheiras predestinadas dos lobos Cronos era o deus do tempo, sobretudo quando visto em seu aspecto destrutivo, o tempo inexpugnável que rege os destinos e a tudo pode devorar.[3] O titã Cronos serviu de inspiração para a antiga seita órfica criar a figura de Chronos, a quem chamavam de o "deus primordial do tempo".[4] Vale ressaltar que o modo de vida dos órficos causava grande estranheza entre os gregos e a nova teogonia criada por eles era, da mesma forma, repudiada pelo culto cívico e popular das póleis gregas.[5] O que quer dizer que, para os gregos comuns, o titã Cronos (e somente ele) era o deus do tempo por excelência. Cronos era, usualmente, representado com uma harpe, gadanha ou foice, com a qual teria castrado e deposto Urano, seu pai. Em Atenas, no 12.º dia do mês ático de Hecatombaion, era celebrado o festival de Kronia, em honra a Cronos. SEGUNDA FASE DA OBRA Samhain 21 de Outubro (Hemisfério Norte) e 1° de Maio (Hemisfério Sul). Este Festival marca o ano novo celta, assim como o início de uma nova Roda do Ano. Samhain, o festival dos mortos, foi cristianizado como Halloween. Essa é uma época de meditação e reflexão, sobre os ciclos da natureza, da vida e da morte. Época de nos conectarmos com a energia dos nossos antepassados e de todos aqueles espíritos e seres que nos auxiliaram em nossa caminhada, pois é uma época em que, segundo a cultura pagã, o "véu entre os mundos" se torna mais tênue. Yule 21 de Dezembro (Hemisfério Norte) e 21 de Junho (Hemisfério Sul). Yule é a época do Solstício de Inverno, quando a Criança do Sol renasce, a qual é uma imagem do retorno de toda nova vida através do amor dos Deuses. Os escandinavos tinham um Deus chamado Ullr, e dentro da Tradição Nórdica, Yule é considerado o Ano Novo. Nas demais tribos e povos da europa pré-cristã, o solstício de inverno era a mais antiga festa sazonal e dada sua importância foi sincretisado com as festividades do Natal Cristão. Imbolc 1º de Fevereiro (Hemisfério Norte) e 1º de agosto (Hemisfério Sul). Imbolc, também chamado Oilmec e Candlemas ("Candelária"), celebra o despertar da terra e o crescente poder do Sol. A Deusa é venerada em seu aspecto de Virgem da Luz e seu altar é decorado com galanto, que anuncia a primavera. É a festa da lactação, da bênção aos recém-nascidos, pois a Deusa amamenta o Deus renascido na forma de seu filho. H emisfério Norte:1 ou 2 de FevereiroHemisfério Sul: 1 de Agosto Também conhecido como Imbolc, Oimelc e Dia da Senhora, Candlemas é o Festival do Fogo que celebra a chegada da Primavera. O aspecto invocado da Deusa nesse Sabbat é o de Brígida, a deusa celta do fogo, da sabedoria, da poesia e das fontes sagradas. Ela também é deidade associada à profecia, à divinação e à cura. Esse Sabbat representa também os novos começos e o crescimento individual, sendo o "afastamento do antigo" simbolizado pela varredura do círculo com uma vassoura, ou vassoura da bruxa, tradicionalmente realizado pela Alta Sacerdotiza do Coven, que usa uma brilhante coroa de 13 velas no topo de sua cabeça. Na Europa, o Sabbat Candlemas era celebrado nos tempos antigos com uma procissão à luz de archotes para purificar e fertilizar os campos antes da estação do plantio das sementes e para glorificar as várias deidades e os espíritos associados a esse aspecto, agradecendo-lhes. A versão cristianizada da procissão de Candlemas honra a Virgem Maria e, no México, ela corresponde ao Ano Novo Asteca. Incensos: manjericão, mirra e glicínia. Cores das velas: marrom, rosa, vermelha. Pedras preciosas sagradas: ametista, granada, ônix, turquesa. Ervas ritualísticas tradicionais: angélica, manjericão, louro, benjoim, quelidônia, urze, mirra e todas as flores amarelas. Ostara 21 de Março (Hemisfério Norte) e 21 de Setembro (Hemisfério Sul). Agora noite e dia são iguais. Em Ostara o Sol aumenta em poder e a terra começa a florescer. Na época do equinócio de primavera, os poderes da fase de armazenamento do ano são iguais aos da escuridão do inverno e da morte. Para muitos pagãos, o jovem Deus, com seu chamado de caça, mostra o caminho com dança e celebração. Outros dedicam essa época do ano a Eostre, a Deusa anglo-saxã da fertilidade. Beltane 1 de Maio (Hemisfério Norte) Os poderes da luz e da nova vida agora dançam e movem-se através de toda a criação. A Roda continua a girar. A primavera dá lugar à primeira floração plena do Verão e os Pagãos celebram Beltane com a dança da fita, simbolizando o Sagrado Casamento entre Deusa e Deus. Litha 21 de Junho (Hemisfério Norte) e 21 de Dezembro (Hemisfério Sul). Litha ou Solstício de Verão. O Deus em seu aspecto de luz está no auge de seu poder e é coroado como o Senhor da Luz. É uma época de fartura e celebração. Lammas 1º de Agosto (Hemisfério Norte) e 2 de Fevereiro (Hemisfério Sul). Lammas, também chamado Lughnasadh , é o tempo da colheita do trigo, quando os Pagãos colhem o que plantaram, quando celebram os frutos do mistério da Natureza. Em Lammas, os Pagãos dão graças pela generosidade da Deusa em seu aspecto de Rainha da Terra. Mabon 21 de Setembro (Hemisfério Norte) e 21 de Março (Hemisfério Sul). Em Mabon o equinócio de outono dia e noite tornam-se iguais. À medida que as sombras aumentam, os Pagãos vêem as faces mais sombrias de Deus e Deusa. Para muitos, esse rito honra a velhice e a aproximação do inverno.

editor-pick
Dreame-Editor's pick

bc

Rainha da Máfia

read
2.3K
bc

O Alfa Sem Coração

read
53.6K
bc

Era pra ser você.

read
1K
bc

LOBO SELVAGEM

read
1.4K
bc

Amiga da minha IRMÃ

read
7.5K
bc

LUZ DA MINHA VIDA / LIVRO 1 SAGA DA LUZ

read
1.1K
bc

Predestinada ao Monstro

read
9.2K

Scan code to download app

download_iosApp Store
google icon
Google Play
Facebook